Natal O Ano todo

O objetivo deste blog e ter em um único lugar e compartilhar com todos todo o material que eu tenho em meu pc sobre o natal.A maioria dos arquivos foram encontrados na Internet,sempre que possível repasso os créditos.

Natal 2011

Click no link para ver as novas postagens para o NATAL 2011

Noite Feliz

Postado por Natal Mágico

Noite Feliz
(Stille Nacht!)

Música: Franz Xavier Gruber
Copista: Marlys Silva Lopes Gatto
Letra: Joseph Franz Mohr
Tradução literal: Gladys S. Michalany



Noite feliz! Noite feliz!
O Senhor Deus de amor,
Pobrezinho nasceu em Belém,
Eis na lapa Jesus nosso bem,
Dorme em paz, oh! Jesus,
Dorme em paz, oh! Jesus!

Noite feliz! Noite feliz!
Oh! Jesus Deus da luz,
Quão afável é teu coração,
Que quiseste nascer nosso irmão,
E a nos todos salvar,
E a nos todos salvar!

Noite feliz! Noite feliz!
Eis que no ar vêm cantar
Aos pastores os anjos dos céus
Anunciando a chegada de Deus,
De Jesus Salvador,
De Jesus Salvador!


Noite Feliz
(Stille Nacht!)

Em meio a essas canções compostas e
cantadas através dos séculos entre os povos cristãos,
destacou-se Noite Feliz (em alemão Stille Nacht!),
a qual merece ser conhecida mais profundamente em sua emocionante história.
Ela é, sem dúvida, a mais popular e difundida canção de Natal.
Em 24 de dezembro de 1818, sozinho em seu escritório,
o padre Joseph Franz Mohr (1792-1848),
vigário cooperador da pequena paróquia
de São Nicolau na aldeia de Oberndorf,
na província austríaca de Salzburg, lia a Bíblia.
O jovem vigário estava preparando seu sermão para a missa da meia-noite.
Concentrava toda sua atenção nos textos bíblicos,
repassando as páginas que continham a palavra de Deus.
Já no Novo Testamento,
leu a história dos pastores aos quais um Anjo disse:
"Não vos amedronteis, porque vos trago uma boa-nova,
que será de grande alegria para todo o povo.
Na cidade de Davi nasceu-vos hoje um Salvador,
que é o Cristo Senhor.
Eis o sinal:
encontrareis um Menino envolto em panos e colocado em um presépio"
Justamente nesse momento,
alguém bateu à porta.
Interrompido na sua leitura, o Padre Mohr levantou-se e abriu-a.
Deparou-se com uma jovem camponesa
envolta em um humilde e grosseiro xale.
Reconhecendo-a, recebeu dela a seguinte saudação:
"Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo",
seguida do pedido ao padre para abençoar o nascimento de uma criança,
filha de um lenhador.
Padre Mohr, cumprindo o dever cristão, vestiu seu casaco,
luvas e sapatos de neve.
E acompanhou a mulher pela floresta de pinheiros cobertos de neve,
mas seu pensamento estava voltado para o sermão da meia-noite.
Finalmente, chegaram a uma chou-pana, baixa, mal iluminada e enfumaçada.
Um homenzarrão recebeu-o e num rústico leito,
a mãe segurava nos braços a criança recém-nascida,
que suave e docemente dormia.
Estendendo a mão, padre Mohr abençoou a ambos.
Regressando sozinho sentiu-se bastante comovido ao recordar aquela cena,
pela semelhança com o nascimento de Jesus na manjedoura.
Seu pensamento voava para o texto bíblico,
parecendo ter à sua frente toda a cena do milagre divino.
Aqueles momentos ficaram profundamente gravados em seu coração,
não conseguindo apagá-los.
Parecia que fora testemunha viva e presente do nascimento de Jesus!
Ao realizar a Missa do Galo voltou para casa,
mas não conseguiu dormir.
A cena vivida horas antes tornava-o de emoção.
Sentou-se frente à escriva-ninha tentando rabiscar o que sentia
e as palavras foram suavemente tomando a feição de versos...
Ao amanhecer, o padre Joseph Mohr viu que havia escrito um poema,
"Noite Feliz!", que começava com as seguintes palavras em alemão:
"Stille Nacht! Heihge Nacht!" ("Noite silenciosa! Noite santa!").

E como nasceu a música desta letra?

Franz Xavier Gruber (1787-1863), também austríaco e católico romano,
Músico, organista e mestre-escola em Oberndorf,
foi o compositor da maravilhosa melodia.
Durante muitos anos a canção ficou circunscrita à família Gruber,
cantada por Franz, Maria, sua mulher, e filhos.
Lentamente foi ela sendo divulgada,
até chegar na corte da Prússia.
E graças ao inspetor do coro da Abadia de São Pedro
(onde hoje se ergue a cidade de Salzburg),
Ambrosius Prennsteiner, o compositor da melodia ficou conhecido.
Por intermédio do filho de Gruber, Félix, de apenas nove anos,
Prennsteiner soube casualmente que Gruber era o autor.
Juntamente com Félix,foi até a casa dos Gruber e convidado para jantar entrou diretamente no as-sunto,
dizendo que um mestre de concertos prussi-anos,
Ludwíg Erk, viera especialmente de Berlim até a Abadia de São Pedro
para localizar o compositor dessa linda canção de Natal, "Noite Feliz".
Ah! respondeu Gruber, eu escrevi essa melodia há trinta e cinco anos,
quando era professor nesta aldeia.
A letra não é minha e sim do falecido Padre Joseph Mohr,
que Deus o tenha em bom lugar.
A propósito. o Padre também estudou em São Pedro.

Gruber, mesmo com seus sessenta e seis anos.
entusiasmado e ao som da guitarra,
cantou por inteiro "Noite Feliz" ao fascinado Prennsteiner..
Rapidamente a canção espalhou-se por toda a Europa
e atualmente "Noite Feliz" está traduzida em mais de oitenta idiomas,
sendo, sem dúvida, o melhor presente que a Austria deu ao mundo cristão!
Tratando-se da mais famosa e singela canção de Natal,
julgamos interessante reproduzi-la,
primeiramente em português na sua versão mais conhecida










0 comentários:

Postar um comentário